Menu

MENSAGEM DE PAZ

Cristãos não jogam na Seleção do Egito”, denuncia missão

29 JUN 2018
29 de Junho de 2018
Preconceito com quem não é muçulmano influencia nas convocações
Seleção do Egito
Seleção do Egito na Copa do Mundo na Russia.

A seleção do Egito que participou desta edição da Copa do Mundo não tem jogadores cristãos. A história mostra que o preconceito com quem não é muçulmano influencia nas convocações.

Na verdade, até hoje apenas um jogador cristão conseguiu jogar pelo Egito: Hany Ramzy. Mas esse tipo de exclusão não atinge somente o futebol. Nenhum dos 122 atletas que disputaram os Jogos Olímpicos de 2016 eram da minoria copta, que são cerca de 10% da população do país.

Um grupo que defende a liberdade religiosa chegou a apresentar uma queixa formal ao Comitê Olímpico Internacional, dizendo que a ausência de cristãos era “fruto de discriminação enraizada na administração do atletismo e do futebol no Egito, e na sociedade egípcia em geral”.


Voltar